Gestão de Riscos Corporativos

R$59,90

Essa planilha foi criada para você fazer a gestão de riscos corporativos de sua empresa ou cliente!

Teste grátis por 30 dias! Informe seu e-mail abaixo e faça o download agora.

REF: 0051 Categoria: Etiquetas: ,

Descrição

Planilha de Gestão de Riscos Corporativos

Com a Planilha de Gestão de Riscos Corporativos você poderá realizar seus projetos de gestão de riscos com a técnica e a linguagem executiva que a diretoria de sua empresa ou cliente deseja. Essa ferramenta tem seu processo de gestão de riscos alinhado com a ISO 31000.

Recursos Disponíveis na planilha de Gestão de Riscos Corporativos

Na aba início você encontrará uma descrição detalhada do passo a passo do preenchimento de cada aba da Planilha de Gestão de Riscos Corporativos, além de contar com links para vídeo aulas disponíveis 24 horas por dia na internet que podem ser acessadas de qualquer dispositivo com acesso a internet, que demonstram na prático a operação da planilha.

Assista ao vídeo demonstrativo no final da página.

Premissas

Essa aba tem o objetivo de fornecer dados que possibilitem a identificação e caracterização física da empresa ou negócios. Dentre vários itens é primordial que possua dados referentes ao ambiente interno e externo relevantes para a elaboração do projeto de Gerenciamento de Riscos.

Cenários

A metodologia utilizada aqui para a construção de cenários é a lógica intuitiva (método GBN) descrito por Schwartz (1995) onde foram descritos oito passos para uma boa elaboração de um cenário.

Cadastro: Identificar a decisão estratégica principal: O desenvolvimento de um cenário deve começar com uma decisão ou questão específica para só depois expandi-la para o ambiente em questão.

Forças Motrizes: Identificar e analisar as forças motrizes: Requer a relação das forças motrizes macro e micro ambientais dos fatores principais selecionados previamente. As macro ambientais são forças econômicas, sociais, políticas e tecnologias amplas, como tendências demográficas e crescimento econômico. As micro ambientais são tendências do setor e mercado específicos analisados. Assim sendo, forças motrizes são aquelas que influenciam o resultado dos acontecimentos, algumas predeterminadas e outras altamente incertas.

Fatores Críticos de Sucesso: Especificar as principais forças do ambiente local: Após a identificação da decisão estratégica principal, devem-se listar os principais fatores que influenciam o sucesso ou fracasso da decisão estratégica, ou seja, verificar o que os tomadores de decisão devem saber sobre o futuro para escolher as melhores alternativas. Tratam-se de fatores externos e incontroláveis que variam de acordo com a decisão e com a empresa em questão.

Hierarquia: Hierarquizar por importância e incerteza: Ordenar os fatores-chave e as forças-motrizes tendo por base o grau de importância e de incerteza de tais forças, fatores e tendências.

Lógica dos Cenários: Selecionar e estabelecer a lógica dos cenários: Os resultados da hierarquização feita previamente são os eixos pelos quais os cenários vão se organizar. A lógica de um dado cenário será caracterizada pela sua posição na matriz formada pelas forças motrizes mais significantes.

Análise SWOT

Aqui você irá analisar os ambientes interno e externo da organização identificando as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças respectivamente onde as fraquezas e ameaças serão os fatores de risco que serão utilizados nos diagramas de causa e efeito na identificação das causas dos riscos no seu projeto de gerenciamento de riscos.

Matriz SWOT: Aqui você encontra uma matriz com as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças agrupadas em quatro quadrantes.

Riscos

Identificação: Aqui você fará a identificação dos riscos que deve incluir todos os riscos, estejam ou não sob o controle da Organização, ou seja, riscos prováveis e improváveis, classificando cada risco quanto a sua origem, tipo e natureza. O objetivo é gerar uma lista abrangente de eventos que possam afetar a Organização. Esses perigos são então estudados detalhadamente durante o projeto de gerenciamento de riscos, a fim de identificar o que pode acontecer.

Exposição: Aqui você irá definir a exposição de cada risco, ou seja, irá defini a frequência com que cada risco costuma acontecer na organização, utilizando para isso uma tabela de classificação que vai de 1 a 5.

Causas

Identificação: Aqui utilizamos o Diagrama de Causa e Efeito, o chamado Diagrama de Ishikawa e ou de Espinha de Peixe. Esta metodologia é uma notação simples para identificar fatores que causam o evento estudado no projeto de gerenciamento de riscos. Na gestão de riscos da segurança patrimonial foi realizada uma adaptação nos fatores de perigo, inserindo: Recursos Humanos da Segurança, Segurança Física, Segurança Eletrônica, Ambiente Interno e Ambiente Externo, onde você irá seleciona em uma lista suspensa os fatores de risco que causam cada risco.

Magnitude: Aqui você encontrará o resultado da Magnitude (nível de influência nos riscos) de cada fator de risco previamente preenchido nos diagramas de causa e efeito. Aqui você também deverá definir o nível de importância de cada fator de risco no contexto geral, atribuindo uma nota que varia de 1 a 3.

Matriz de Interdependência: Aqui você encontra o resultado da motricidade dos fatores de risco que é o cruzamento da magnitude com importância plotados em uma matriz, ou seja, quais fatores são motrizes, de ligação, dependente e independentes.

Análise dos Riscos

Probabilidade: O Grau de Probabilidade está alicerçado em uma fórmula simples, que calcula de forma direta, o nível de possibilidade do perigo vir a acontecer, frente à situação de segurança e sua exposição, através da multiplicação de dois critérios (O Critério dos Fatores de Riscos e o Critério da Exposição).

Dano: Para mensurar o nível de dano, não se deve levar em consideração somente a questão financeira. Para se obter uma visão holística do impacto há a necessidade de projetar todos os custos que os perigos causam. Dentro deste foco iremos calcular o dano no negócio da empresa no projeto de gerenciamento de riscos através de quatro fatores (Financeiro, Operacional, Legal, Imagem). Cada fator terá uma classificação diferenciada, tendo em vista seu grau de importância para a empresa.

Nível de Risco: O nível de risco de cada risco é o cruzamento da probabilidade e do dano. O Nível de Risco da Unidade de Negócio é o cruzamento da média das probabilidades e da média dos danos de todos os riscos e tem por objetivo fazer a empresa enxergar de forma estratégica o nível de criticidade de suas Unidades e Edificações.

Matriz de Riscos: Com o objetivo de visualizar e, ao mesmo tempo, implementar uma forma de tratamento a cada risco, o resultado da avaliação dos riscos é apresentado em um mapa de riscos (Matriz de Vulnerabilidade), permitindo o acompanhamento da mitigação ou elevação dos riscos.

Interconectividade: Aqui você irá definir a motricidade e dependência entre os riscos através de uma matriz de impacto cruzado onde você irá atribuir uma pontuação entre 0 e 3 para o nível de influência cada risco na concretização do outro.

Matriz de Interconectividade: O resultado do cruzamento da motricidade e dependência entre os riscos será exibido na Matriz de Interconectividade onde os riscos motrizes, de ligação, dependentes e independentes serão plotados em seus respectivos quadrantes.

Priorização dos Riscos: O nível de priorização dos riscos é definido pelo cruzamento da criticidade com a motricidade de cada risco, onde os riscos mais motrizes e os mais críticos devem receber maior prioridade de tratamento.

Matriz de Priorização dos Riscos: O resultado do cruzamento da criticidade com a motricidade de cada risco é exibido na Matriz de Priorização dos Riscos.

Plano de Ação (5W2H): O Plano de Ação é o conjunto de medidas organizacionais, sistemas técnicos de prevenção e monitoração e recursos humanos que gerenciarão os riscos. Utilizamos para isso a ferramenta 5W2H.

Viabilidade: Aqui você irá analisar a viabilidade de implantação das ações do plano de ação, que tem por objetivo fazer com que o gestor ou analista possa de forma mais prática e objetiva enxergar, através de critérios pré-estabelecidos e plotados em uma matriz, as ações que são prioritárias em termos de benefício. Os dois macro critérios são: Esforço de Implementação e Benefício Estimado.

Matriz de Viabilidade: O resultado do cruzamento dos dois macro critérios na análise de viabilidade são visualizados em uma matriz com três quadrantes, onde no quadrante azul estão as ações que deverão ser operacionalizadas, no quadrante amarelo estão as ações de médio prazo, e no quadrante vermelho estão as ações que deverão ser descartadas devido ao alto esforço de implementação e o baixo benefício estimado.

Risco Residual

Nessa aba você encontra o resultado do cruzamento do grau de probabilidade e do nível de dano após a implementação efetiva das ações contidas no plano de ação, que se trata de uma estimativa de como ficará a situação de risco da organização após a implementação efetiva das ações do plano de ação.

Matriz Residual dos Riscos: Nessa aba você encontra o resultado da análise residual dos riscos representados graficamente em uma matriz de impacto cruzado denominada Matriz de Residual dos Riscos.

 Gráficos

Os gráficos são importantes para que sejam feitas avaliações sobre os resultados dos principais aspectos da análise de risco, neste caso, na planilha de gestão de riscos corporativos são o grau de probabilidade, nível de dano, nível de risco, fatores de influência. Comparando o percentual de cada variável dentro do resultado de cada um desses aspectos é possível ter uma visão ampla da situação de segurança da organização.

 Relatório

Imprima somente o que importa. Esta parte da planilha de gestão de riscos corporativos gera um relatório gerencial formatado para impressão em páginas A4, com seu projeto de gerenciamento de riscos. Você também poderá salvar seu projeto em formato PDF para enviar por e-mail se assim desejar. Clique na imagem abaixo e veja o Relatório Gerencial em PDF.

Informações Técnicas Sobre a Planilha de Gestão de Riscos Corporativos

  • Compatível com sistema operacional Windows;
  • Compatível com as versões 2010 ou superior do Excel;
  • 100% editável;
  • Insira sua própria logo;
  • Garantia e suporte pós-venda;
  • Emitimos Nota Fiscal da compra;
  • Não tem assinatura ou mensalidade, pagamento único.

BÔNUS ESPECIAL:

Na compra desta planilha você receberá como bônus inteiramente grátis:

  1. O e-book ANÁLISE DE RISCOS – Uma Abordagem Baseada na ISO 31000;
  2. O e-book Inteligência na Segurança Empresarial;
  3. O e-book Manual de Segurança em Condomínios;
  4. O e-book Inteligência Empresarial.

Análise de Riscos CorporativosInteligência na Segurança EmpresarialManual de Segurança em CondomíniosInteligência Empresarial

Ainda está com dúvidas? Fale conosco aqui!

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Gestão de Riscos Corporativos”

O seu endereço de email não será publicado.

Também pode gostar…